Por que as terapias de conversão gay continuam atraindo jovens nos EUA, e como isso continua acontecendo no Brasil, se é proibído?

Home/Sem classificação/Por que as terapias de conversão gay continuam atraindo jovens nos EUA, e como isso continua acontecendo no Brasil, se é proibído?

Por que as terapias de conversão gay continuam atraindo jovens nos EUA, e como isso continua acontecendo no Brasil, se é proibído?

Infelizmente, os pais de muitos jovens LGBT são atraídos pelos discursos dos centros de cura gay nos EUA com a esperança de “reverter” a homossexualidade ou bissexualidade de seus filhos. É prometida uma terapia segura, comprovada e saudável, quando na verdade, depois que os filhos são deixados nesses acampamentos, ouve-se muitas histórias de abusos, punições físicas e privações de sono e alimentação.

Raramente o processo funciona. Muitas vezes, as crianças voltam mais traumatizadas e dizem ter sido curadas por medo de serem mandadas de volta, fingindo ser heterossexuais até que tenham liberdade para sair de casa e manter-se sozinhas. Algumas realmente passam a acreditar na terapia, vivendo uma vida de castidade e ódio a si mesmas, até que desistam dessa narrativa ou, no pior dos casos, cometam suicídio ou abusem de drogas.

Felizmente, cada vez mais estados nos EUA estão criminalizando estes acampamentos, e assim crianças acabam sendo salvas dessa tortura. Infelizmente, em muitos casos, crianças acabam sendo expulsas de casa por serem LGBT.

No caso do Brasil, algumas igrejas evangélicas usam outros discursos para abduzir esses jovens e praticarem a tal da “cura gay”, dizendo que estão fazendo outra coisa. Volta e meia são pegos, e as crianças liberadas. Felizmente, a situação também melhora aos poucos.

Comentários no Facebook
By | 2020-06-10T12:30:20-03:00 junho 11th, 2020|Sem classificação|0 Comments

About the Author:

Avatar
Tradutor mineiro de 26 anos, apaixonado pela tecnologia, inovação, ciências e comunicação. Aprendeu a escrever com fanfictions de Harry Potter, e não faltam faculdades interrompidas no percurso até aqui, que embora não tenham garantido um diploma, garantiram uma vontade infinita de aprender e compartilhar sempre mais.

Leave A Comment

%d blogueiros gostam disto: