Duas boas formas de evitar SPAM

Home/Curioso, Tecnológico/Duas boas formas de evitar SPAM

Duas boas formas de evitar SPAM

Em um mundo onde até nossas avós já estão usando a internet para tornar o mundo melhor e se divertir, um dos maiores males – e dos mais irritantes – sempre foi o maldito do SPAM no e-mail. Não adianta; tentamos, tentamos e tentamos, mas não tem como fugir para sempre. Lembro de quando criei meu GMail e a caixa de SPAM dizia “Oba! Não tem spam aqui.” Não durou nem uma semana.

Para cada cadastro que você faz em sistemas de comentários, sites de redes sociais, empresas, newsletters e todo o mundo de informação que existe na internet, alguns desses lugares provavelmente vão receber uma proposta muito boa de vender os e-mails para outras empresas. É interessante para eles, porque tudo isso fica gravado e vale uma nota para empresas online de publicidade.

emaillist

Então, o que fazer?

A primeira solução, das mais óbvias, é ter duas contas de e-mail. Não, calma, você não vai ter que supervisionar as duas. Quando você precisar enviar seu e-mail para colegas de trabalho, currículos para parar de procrastinar, colegas de faculdade etc., você pode usar o seu e-mail pessoal. Ele fica bem restrito para quem você conhece, e por vias confiáveis. É só seu. O outro e-mail você cria com outro nome de usuário em outro sistema. No meu caso, por exemplo, criei um @live.com para meus cadastros e tenho o @gmail.com para conversas pessoais. Não adiantou tanto assim porque só tive a ideia depois, mas por sorte o GMail já é, por si só, bem capaz de filtrar a maioria dos e-mails indesejados.

Também pelo GMail, é possível criar duas contas no serviço e delegar uma à outra. Isso significa que, ao clicar na sua foto de perfil, você pode passear entre uma caixa de entrada e outra com facilidade. Há várias explicações de como fazer isso pela internet.

gmail_delegate.7

Beleza, então vamos supor que você também já cadastrou seu e-mail em metade da internet e que agora não tem mais jeito, como o que aconteceu comigo. A segunda grande dica para evitar mais SPAM no futuro é puramente preventiva. Ela usa o sistema de pseudônimos no seu e-mail, algo que eu não sabia que existia até uma semana atrás. Basicamente, se você se cadastrar em um site, vamos supor, de um banco, na hora de colocar seu e-mail pode usar “meu.usuário+bancofeliz@gmail.com”. Todos os e-mails que você receber do banco em questão chegarão normalmente, mas o seu pseudônimo, depois do “+”, estará indicado.

Como usar o pseudônimo ajuda, então? Bom, pode ser que seus cadastros não sejam só desse banco, ou que o banco acabe vendendo seu e-mail pra empresas publicitárias. O que vai acontecer é que todos os SPAMs que você receber provenientes dessa venda serão identificados pelo seu pseudônimo. Sendo assim, se você se cadastrou em uma loja de brinquedos com o e-mail “meu.usuário+brinquedosfelizes@gmail.com” e eles aproveitaram para vender, ao receber um e-mail oferecendo um iPhone de presente se responder a algumas pesquisas, você vai ver o “+brinquedosfelizes” no destinatário. Com isso, você pode reclamar na fonte e também separar todos os e-mails com o pseudônimo automaticamente (você vai entender como mais abaixo).

Existem limitações, é claro: até onde eu sei, o esquema dos pseudônimos dessa forma só funciona no GMail (veja a possibilidade de fazer algo parecido no Hotmail no fim do post). Como outros provedores de e-mail têm estado bem avançados, como o da Microsoft, não duvido que o serviço esteja disponível na concorrência. Vale pesquisar para saber. Além disso, muitas dessas empresas espertinhas já entenderam o esquema do +pseudônimo, então começaram a excluir isso para se esconder. Mesmo assim, a ideia continua tendo uma certa eficiência.

Aumente seu Penis

Sugestão bônus: se você, como eu, se irrita mais com o número de e-mails não lidos na caixa de SPAM do que com o próprio SPAM que recebe, já criaram uma solução. Uso há bastante tempo e isso me salvou de muito estresse causado pelo TOC de nunca querer ter os numerozinhos entre parêntesis – vai dizer que não te irrita ficar vendo aquele “SPAM (6929)”? – Isso também serve para filtrar pseudônimos vendidos.

No GMail, é só fazer assim:

  1. Vá às suas configurações (no tema mais recente, é uma engrenagem que fica à direita, logo abaixo da sua foto de perfil;
  2. Clique em Filtros (Filters, em inglês);
  3. Clique em Criar novo filtro (Create new filter). O GMail vai abrir o campo de busca;
  4. Em Tem as palavras (Has the words), escreva in:spam (ou o pseudônimo que você quer bloquear: +exemplo). Uma nova opção vai surgir no final, Criar filtro com esta pesquisa (Create filter with this search). Clique nela;
  5. Um aviso vai te advertir que isso não é recomendado, pois esses e-mails nunca vão aparecer como os não-lidos. Ótimo, é isso que você quer. Dê OK;
  6. Aqui, você pode escolher duas coisas diferentes. Se você deixar selecionado o Marcar como lido (Mark as read), todos os e-mails que chegarem na pasta de SPAM serão marcados dessa forma e não vão te incomodar. Se você marcar Apagar (Delete it), eles serão automaticamente apagados da sua caixa. Eu preferi a primeira opção, porque de vez em quando é bom dar uma olhada para ver se nada de importante foi direto para a caixa de SPAM. Depois de fazer sua escolha, clique em Criar filtro (Create filter).
  7. Se você está filtrando um pseudônimo que você usou para se cadastrar em algum site (ou grupo de sites), sua única opção é marcar o Apagar (Delete it). Se você usar o Marcar como lido (Mark as read), ele não contará no número de novos e-mails, mas continuará na sua caixa de entrada.

Pronto! Agora sua caixa de SPAM nunca mais vai dar dor de cabeça. É uma bobagem, mas sei que existem muitas pessoas como eu que não aguentam aqueles números aumentando sem serem atendidos. Gosto de manter minha caixa de entrada sempre limpa, e a sensação de coisas-a-resolver me irrita bastante.

Atualização: o Hotmail (Outlook, live.com) oferece o sistema de pseudônimos de uma forma diferente. Ele permite que você crie múltiplos endereços para uma única caixa de entrada, o que te permite deixar tipos diferentes de e-mails (trabalho, estudos, compras online) em locais separados, podendo assim eliminar o indesejável. Não sei como fazer isso porque não utilizo muito o serviço, mas vale tentar.

email-alias-hotmail

Espero que tenham gostado das dicas, e se tiverem mais técnicas para se livrar/proteger/evitar SPAM, deixem nos comentários!

Comentários no Facebook
By | 2014-03-21T11:25:06-03:00 março 21st, 2014|Curioso, Tecnológico|0 Comments

About the Author:

Claudio
Mineiro de 25 anos apaixonado por tecnologia, inovação, ciências e comunicação. Ávido por aprender e compartilhar cada vez mais, e apaixonado por emitir opiniões que possam tornar o mundo melhor.

Leave A Comment

%d blogueiros gostam disto: